Natividade de Maria – 8 de setembro

Natividade de Maria

Natividade de Maria

A natividade da Bem-aventurada Virgem Maria anunciou alegria e a aproximação da Salvação do mundo perdido, e assim esta festividade se celebra na Igreja com sentimento de louvor e de ação de graças. Foi um mistério de santidade marcado por privilégios singulares. Maria veio ao mundo de forma diferente de todos os outros filhos de Adão: não isenta da graça santificante e não sujeita ao pecado, porém pura, santa, bela e gloriosa, adornada das graças mais preciosas que convinham àquela que fora escolhida para ser a Mãe de Deus.

Tão logo o homem caiu, no Paraíso Terrestre, através da mulher enganada por Satã, Deus prometeu uma outra mulher, cuja descendência esmagaria a cabeça da serpente. Por ocasião do nascimento da Virgem Maria, iniciou-se o cumprimento dessa promessa.

A fim de estudar as lições na  vida de Maria, para glorificarmos a Deus pelas graças a ela concedidas e as bênçãos que por intermédio dela Ele concedeu ao mundo, e para recomendarmos nossas necessidades a tão poderosa advogada, nós celebramos festividades em sua honra. Esta que comemora o seu nascimento teve seu início no Oriente. No Ocidente, sabemos com certeza que o Papa S. Sérgio (687-701) ordenou que fossem celebradas em Roma quatro festividades distintas de Nossa senhora –a Anunciação, a Assunção, a Natividade e a “Hypapante” (isto é, a Purificação). 

Mas existe grande probabilidade que, em certas partes do Ocidente, a natividade fosse recomendada já antes. Ela foi incluída com certeza no Calendário de S. Vilibrordo (c. 704), e a menção à mesma no Hieronymianum de Auxerre (c. 600) sugere uma época anterior. O que dá apoio a esta visão é o fato de que uma festa do nascimento de S. João Batista era conhecida no tempo de S. Agostinho, provavelmente já em 401. 

Era inevitável que, quando as pessoas se deram conta de que a decapitação do Batista e seu nascimento eram celebrados com duas festividades distintas, a própria idéia sugeriria que o nascimento da Mãe de Deus deveria também ser comemorado de modo semelhante, daí ser acrescida à festa da Assunção ou da Dormição a de sua Natividade. 

Desconhecemos os lugar do nascimento de Nossa Senhora. Uma tradição antiga é favorável a Nazaré, e isto foi aceito no Ocidente. Todavia, uma tradição paralela aponta Jerusalém, e mais especificamente as proximidades do tanque de Betesda, onde atualmente se venera uma cripta sob a igreja de S. Ana como sendo o local onde nasceu a própria Mãe de Deus (Vida dos Santos de Butler).

Tags:

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: